segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

CLARA


Bom dia, DIA!

   Este é o meu mantra diário, assim que me levanto. Para me dar energias, para me limpar a mente das poeiras que vão ficando acumuladas. E o caminho que faço desde casa até à entrada do Metro já conhece o meu ritual. Baixinho, vou recitando agradecimentos por tudo de bom que me possa acontecer nesse dia. Pelo Sol, pela minha boa disposição, pelas rosas que florescem num jardim por onde passo, etc,etc.
   De vez em quando , noto que algumas pessoas olham para mim e sorrio ao pensamento delas, que adivinho. Não, não estou doidinha, estou feliz, de bem com a vida, apesar de tudo.
   E as coisas boas acontecem!
   Entrei no Metro e sentei-me. Duas paragens mais à frente entrou uma senhora com uma criança que trazia um chupa-chupa. Para eu não ficar de pé com os meus sacos na mão, que nesse dia eram muitos, coloquei-os no chão e ofereci à criança , o meu colo.
   Ela aceitou e ajeitou-se começando a falar comigo muito bem disposta.
   Poisou a sua mãozita na minha e disse:
   - A minha mão é mais pequena do que a tua.
   - É verdade, a minha é muito grande.
   - A minha é castanha e a tua é branca.
   - Pois é, mas a tua é mais bonita, tens as unhas pintadas.
   - Foi a minha tia.
   -São da cor do teu chupa-chupa, cor-de-rosa.
   - E da cor dos meus collans e esticou a pernita para eu ver uns collans brancos com uns lacinhos cor-de-rosa.
   - Quantos anos tens? Contou pelos dedos.
   - 1,2,3
   Sabia as cores, sabia contar, sabia tudo.
   De repente abriu a boca num bocejo comprido.
   - Tanto soninho, disse eu.
   - Pois é, vou dormir no teu colo.
   - Então dorme.
   Virou-se de lado e ajeitou-se no meu regaço , deitando a cabecita no meu peito.
   Senti um calor dentro de mim. Ela, marota, levantou a cabeça e disse:
   - Estou a dormir no teu colo.
   - Que bom, faz ó-ó.
   Ela voltou a aconchegar-se.
   Ficámos assim alguns momentos, ela contente com o conforto do meu colo e eu feliz com o momento e com aquele abraço.
   Algumas paragens depois , a mãe chamou-a:
   - Anda, vamos embora.
   Saltou do meu colo e eu despedi-me.
   - Então adeus.
   - Adeus, depois vens outra vez?
   - Venho, amanhã venho outra vez.

   Chamava-se Clara a menina que gostou do meu colo. É pouco provável que voltemos a encontrar-nos, é pouco provável que ela se recorde deste dia , mas eu ficarei sempre com a imagem daquele sorriso maroto , a dizer-me: - vou dormir no teu colo.

   Dentro de mim voltei a murmurar baixinho: Bom dia, DIA!


Carla Caetano
12.05.2008

1 comentário:

Morgan Debra disse...

Olá sou deputada, Louis Sonia Am um emprestador empréstimo legítimo e confiável dar empréstimos
em um termos e condições claros e compreensíveis na taxa de juros de 2%. a partir de
USD 12.000 dólares para 8000 mil dólares, euros e libras somente. Eu dou a empréstimos de negócio,
Empréstimos pessoais, empréstimos estudantis, empréstimos de carro e empréstimos para pagar as contas. Se você
precisa de um empréstimo que você tem a fazer é para você entrar em contato comigo diretamente
em: louissonia1986@hotmail.com
Deus Te Abençoe.
Atenciosamente,
Mrs Louis Sonia
Email: louissonia1986@hotmail.com


Nota: Toda a resposta deve ser enviada para: louissonia1986@hotmail.com